Resenha: O ano da Leitura Mágica, de Nina Sankovitch

quarta-feira, maio 08, 2013

Certo, seguindo uma ordem nada cronológica nas minhas leituras (já li este há um tempinho), aí vem mais uma resenha literária para você, caro leitor. Dessa vez, um livro que fala sobre… leitura! O que você acharia de ler um livro por dia durante um ano e ainda por cima fazer uma resenha a respeito?

Desafio complicado, não é mesmo? Mas é exatamente disso que se trata a obra “O ano da leitura mágica”.

O ano da leitura mágica

Nina Sankovitch – 232 páginas
Editora Leya
Um desafio: ler um livro por dia durante um ano. Você aceita? Essa foi a promessa que Nina Sankovitch fez a si mesma. Após perder a irmã mais velha para o câncer, e embora precisasse cuidar dos quatro filhos e lidar com os percalços que fazem parte do cotidiano de uma grande família, Nina cria uma jornada para si mesma: ler um livro por dia durante um ano inteiro. Nesse verdadeiro sonho literário, nossa heroína descobrirá que o ano de leitura mágica mudará tudo ao seu redor e que os livros são uma ótima terapia.


Bom, você deve estar pensando: “ah, mas é impossível”, ou “ah, mas aí pega um livro fininho e moleza…” . Claro, pensamento normal, mas antes de mais nada é preciso esclarecer algumas coisas importantes a respeito da forma com a qual a autora encarou esse desafio. Havia regras no jogo, portanto pode acreditar, não era tão simples assim.

Antes de começar, Nina Sankovitch fez algumas contas no planejamento de sua aventura: livros com pelo menos três centímetros de espessura (geralmente um total de 250 a 300 páginas). A autora calculou o tempo que demorava para ler e também quanto demoraria para escrever cada resenha, isso considerando que ela tinha uma família para cuidar. Uma vez tudo planejado, deu início a sua jornada.

O resultado do seu ano de leitura resultou em um livro do qual não há nenhuma outra ficção senão aquela ao qual ela consumia. É preciso lembrar que não se trata de um livro destinado a ser um bestseller. É uma obra que fala sobretudo a respeito de memórias, portanto sua narrativa tende a ser arrastada, com vários trechos com a intenção de serem edificantes e significativos sobre sua paixão por livros. Sem contar ainda que sofre de excessos: há coisas que poderiam ser suprimidas sem qualquer prejuízo, pois soam repetitivas aos olhos e memória do leitor. Ou seja: não espere dinamismo ou você vai se decepcionar.

Maaaaaas… em geral é um bom livro. É sensível, cumpre o que é prometido e para quem ama literatura em geral é uma boa pedida.

Para os interessados em saber quais os livros lidos pela autora durante esse um ano de jornada, no fim da obra há um anexo com os nomes, inclusive em português caso tenha havido tradução. Portanto há grandes chances de você encontrar por lá vários nomes para sua listinha de livros a ler. Vale a pena.

Leia também!

0 comentários

Não se acanhe e deixe seu comentário.
Mas não aceito comentários esdrúxulos, ofensivos, com erros, preconceituosos... Ahh, você me entendeu.

Google+

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Resenhas

Sensacional!

Muito bom!

É bom...

Já li melhores.

Horrível